Bahia
  • Webmail
  • Fale Conosco
  • Twitter
  • Facebook
  • Sesc Nacional
  • Fecomercio

FLIPELÔ




Salvador entra no cenário nacional de eventos literários com a primeira Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPELÔ, que acontece de 9 a 13 de agosto e ocupará as ruas e espaços culturais do Centro Histórico de Salvador. Em sua primeira edição, a Festa comemora os 30 anos da Fundação Casa de Jorge Amado e homenageia o escritor que dá nome ao espaço; além das homenagens a Zélia Gattai e Myriam Fraga, duas das mais relevantes personalidades culturais diretamente interligadas à trajetória de vida de Jorge Amado.
Serão mais de 50 atividades que proporcionarão o intercâmbio entre diferentes culturas e estímulo à leitura, e à produção literária, através de mesas de debates, lançamentos de livros, oficinas literárias, saraus, apresentações teatrais, exibição de vídeos e shows musicais, que reunirão autores, pesquisadores, críticos, estudantes e apaixonados pelo mundo das palavras. Tudo isso cercado pela arquitetura histórica, com fachadas de casas, igrejas e paralelepípedos do Pelourinho.
A FLIPELÔ é apresentada pelo Ministério da Cultura e Instituto CCR, através da Lei Rouanet, com apoio da CCR Metrô Bahia e em parceria com o Governo da Bahia. Realizada pela Fundação Casa de Jorge Amado, com a co-realização do Sesc, a Festa conta ainda com o apoio do Shopping da Bahia. Produção da Maré Produções Culturais. | Salvador (Teatro Sesc-Senac Pelourinho). De 10 a 12/08, das 10h às 21h. Entrada franca - sujeita à lotação do espaço. Informações: 3254-3911 ou literatura@sescbahia.com.br. Programação completa no site www.flipelo.com.br.

Dia 10 de agosto (quinta-feira)

10h        -    Espetáculo “Minas de Conceição Evaristo”, com atrizes Vera Lopes, Alexandra Pessoa e Emillie Lapa (BA). Multi-interativo, com trilha sonora executada ao vivo, o espetáculo traz à cena a obra literária da escritora Conceição Evaristo, desvendando a riqueza de um universo feminino que reúne poesias do livro “Poemas da Recordação e Outros Movimentos”.
14h        -    Bate-papo "Literatura infantil e contação de histórias: a arte da palavra", com o escritor e contador de histórias Ilan Brenman (SP). Mediação: professora Mônica Menezes (BA).
15h30    -    Narração "Histórias de mundo afora", com a atriz Danielle Andrade (PR).
16h        -    Oficina "Poesia em Voz Alta”, com o poeta, músico e dramaturgo Denisson Palumbo (BA). O poeta quer provocar a memória afetiva dos participantes para que eles digam em voz alta a poesia presa na garganta: praticando a projeção de voz, em um jogo de sobreposições, pois o poema deve ser bem escutado com ou sem amplificadores. O verbo estará presente em voz alta, em companhia da boa escuta, pensando nas possibilidades para a poesia enquanto oralidade. Vagas limitadas. Inscrição gratuita pelo e-mail literatura@sescbahia.com.br
17h        -    “CandomBlackesia: Axé e Poesia na Batida”, com o professor e poeta Nelson Maca & Afro Power Trio (BA).
18h30    -    Conferência “Deus-dará: um livro que vem da Bahia e vai para a Bahia”, com a escritora Alexandra Lucas Coelho (Portugal). Mediação: Gildeci de Oliveira Leite (BA).
20h        -    Conferência “A Rua é nóiz - Poesia e Protesto”, com o rapper Emicida (SP) e João Jorge Rodrigues (BA). Mediação: Larissa Luz (BA).


Dia 11 de agosto (sexta-feira)

10h        -    Narração "Histórias de mundo afora", com a atriz e escritora Danielle Andrade (PR).
14h        -    Narração “Histórias da Mãe África”, com o professor, músico e arte-educador  Eduardo Odúdùwa (BA).
15h30    -    Bate-papo com a escritora e jornalista Thalita Rebouças (RJ).
17h        -    Performance poética "A Cappella de Waly", com o poeta, professor, tradutor, autor e editor Alex Simões (BA), investe na presença e na articulação entre emissão sonora da palavra e dos sons percussivos produzidos pelo corpo ou por objetos deslocados do seu uso cotidiano, a partir do fluxo da memória afetiva dos poemas e canções de Waly Salomão.
18h30    -    Conferência “Anos 70 na Bahia”, com Sérgio Siqueira (BA) e Luis Afonso (BA). Mediação: José Inácio Vieira de Melo (BA).
20h15    -    Bate-papo “Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras”, com a escritora Conceição Evaristo (MG).


Dia 12 de agosto (sábado)

10h        -    Espetáculo “Histórias de Jorge, AMADO”, com a Avatar Cia de Teatro (BA). Cenas adaptadas das obras Gabriela - Cravo e Canela, Dona Flor e seus Dois Maridos e Tieta do Agreste, que ressaltam a crítica social e o humor encontrados na literatura de Jorge Amado.
11h        -    Oficina de Gastronomia “Receitas de Dona Zélia”, com a psicóloga e escritora Paloma Amado, sob a coordenação do historiador Elmo Alves (BA).
12h        -    Recital com Bule-Bule (BA).
14h        -    Bate-papo "Nem te Conto", com o escritor, revisor e resenhista Rafael Rodrigues (BA); e com o escritor e jornalista Marcelo Moutinho (RJ). Mediação: professor Gildeci de Oliveira Leite (BA).
14h        -    Oficina “A estrutura do Cordel” com o professor, poeta e cordelista Antonio Barreto (BA), que traz a resistência, o humor, a história e a beleza da Literatura de Cordel através da estrutura de sua poética. Valorizando a cultura popular, na sua escrita e oralidade, os participantes entram em contato com os pilares para construção de textos de Cordel: as ferramentas para iniciar a escrita e ampliar as perspectivas sobre essa literatura tão forte no Nordeste e que conquista o mundo. Vagas limitadas. Inscrição gratuita pelo e-mail literatura@sescbahia.com.br
15h30    -    Bate-papo "Literatura fatal", com o escritor e jornalista Franklin Carvalho (BA), vencedor na categoria “Romance” do Prêmio Sesc de Literatura 2016 com a obra “Céus e Terra”; e com o médico e escritor Marcio Leite (BA), vencedor na categoria “Romance” do Prêmio Sesc de Literatura 2008 com a obra “O Momento Mágico”. Mediação: Henrique Rodrigues (RJ).
17h        -    Espetáculo "Cordel de Encantamento", com o professor, poeta e cordelista Antonio Barreto (BA); e com o arte-educador, músico e cordelista Sérgio Bahialista (BA).
18h30    -    Bate-papo "Literatura escuridão adentro", com o escritor, tradutor e roteirista Santiago Nazarian (SP); e com o professor e escritor Mário Rodrigues (PE), vencedor na categoria “Conto” do Prêmio Sesc de Literatura 2016 com a obra “Receita para se fazer um monstro”. Mediação: professora Milena Britto (BA).
20h        -    Bate-papo “Leituras do Mundo”, com Antônio Torres (BA) e Henrique Rodrigues (RJ).


Dia 13 de agosto (domingo)

14h        -    “Festa dos Êres”, com lançamento do livro “Caixinha de Fósforos”, de Mabel Veloso, e Contação de Histórias com o Grupo de Teatro Griô.
17h        -    Cortejo Boiada Multicor

•    Artesanato e Literatura: Exposição de Livros Sensoriais
       Confeccionados manualmente, os livros são inspirados nas histórias da literatura brasileira, despertando a criatividade, imaginação e o resgate das histórias tradicionais, numa perspectiva lúdica, sensorial, socioeducativa, cultural e inclusiva. | Centro de Formação Artesanal - Rua Francisco Muniz Barreto, 4/6 (antiga Rua das Laranjeiras). Dias 10 e 11 de agosto, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

•    Mostra do Acervo da Rede Sesc de Bibliotecas
       Um ambiente confortável para leitura de livros, HQs, folhetos de Cordel e muito mais! | Teatro Sesc-Senac Pelourinho. De 10 a 12/08, das 9h às 21h.